EUROPA JUNHO DE  2018

Londres - Roma - Siena - Firenze - Bolonha - Veneza - Salzburgo - Munique
Verona - Parma - Pisa - Livorno - Santa Marinella  

 

2018 é ano de Copa do Mundo e lá vamos nós de férias para o velho mundo.
Atendendo a mais um pedido da minha querida mulher Laura, no domingo 13 de junho às 15h45
embarcamos no voo BA0246 da British Airways rumo ao aeroporto Heathrow em Londres na terra da Rainha e
depois seguir para desfrutar a cultura, beleza, história e culinária da Toscana na Itália.    
Assim começa a nossa aventura nas férias de junho de 2018 pela Europa
 
IMG_20180612_174446222_HDR.jpg
Palácio de Buckingham - Londres 
Esperando a Rainha para um chá 
IMG_20180620_104006940_HDR.jpg
Toscana
Vinícola Marchesi Antinori
detalhe2.jpg
LONDRES 

 

Estive em Londres em 1997 com meus alunos e amigos da FIAM, Nano Filho e Marcio Moron, e 21 anos depois retorno com minha mulher Laura e minha filha Luísa com 12 anos de idade.
 
Londres continua bela, charmosa e poderosa, fiz questão de reservar o mesmo hotel que fiquei em 97, Novotel London West – Hammersmith, um ótimo hotel com fácil localização e uma estação de Metrô que nos levou com facilidade para vários locais do centro de Londres.
 
Em Londres nos encontramos com a Raquel Eusébio Patrício, minha sobrinha neta que batizei em Lisboa quando ela ia completar 1 ano de idade em 1997 e, hoje está fazendo o 2º ano do curso de Relações Internacionais na Faculdade International Business and Social Sciences na cidade de Kleve, próximo a Düsseldorf, na Alemanha.
 
Ela foi para Londres nos encontrar e passou dois dias conosco passeando pela grande cidade do velho mundo.
 
Rever a minha afilhada, que é filha do meu querido sobrinho Andre, e da Fernanda que nasceu em Portugal, morou em Moçambique e hoje estuda na Alemanha da um orgulho danado.
Todo o sucesso para você minha querida Raquel.
 
Eu e o Nano Filho em Londres 2.jpg
Londres 1997 - Esperando o Trem
Nano Filho - foto by Marcio Moron
IMG_20180612_120328499_HDR.jpg
Coca Cola London Eye
Laura, Luísa, eu e minha afilhada Raquel 
20180611_131435.jpg
Londres
Em família no Green Park
IMG_20180612_063148351_HDR.jpg
Londres 
Matando a saudade 21 anos depois
IMG_20180611_101016481_HDR.jpg
Londres 
Luísa e Laura Lima
IMG_20180612_165714682_HDR.jpg
 Bairro residencial Londres 
 Laura Lima
20180612_144536.jpg
Tradição Londrina - Chá das 5 horas
IMG_20180614_092848653_HDR.jpg
Novotel London West - 2018
Recepcionados com Champanhe
IMG_20180611_144212581_HDR.jpg
New Oxford Street - Londres
Compras, compras e compras
IMG_20180612_155706974_HDR.jpg
Madame Tussaud’s
Visitando nosso amigo BB8
IMG_20180612_121327929.jpg
Coca Cola London Eye  
Luísa, minha querida filha
IMG_20180613_191043606_HDR.jpg
Covent Garden
Ser Feliz Sempre
Londres / Transporte 
Necessário para todos os turistas
20180621_071440.jpg
Luxo e beleza numa única foto
A melhor maneira de andar por Londres é de Metrô e Ônibus.
Então no aeroporto carregamos 3 cartões Oyster com 30 libras cada, o suficiente para passarmos os 4 dias, e ainda na devolução dos cartões, recebemos de volta 7 Libras em cada cartão
 
Retornei ao Piccadilly Circus onde a Laura e a Luísa ficaram fascinadas pelas lojas e beleza do local, sem dúvidas fizeram suas primeiras compras nas muitas e muitas Farmácia Bolts, lojas HM e outras tantas lojas espalhadas pelas diversas “Ruas Oscar Freires de Londres”.
 
A Oxford Circus é outro templo das compras e um lugar muito agradável para andar e sem dúvida por lá deixar muitas Libras. Junto com a Raquel fomos na Coca Cola London Eye e no Madame Tussaud’s.
 
Compramos os 3 bilhetes aqui no Brasil por 104 Libras para as duas atrações, valeu cada libras, olhar a cidade de Londres de cima é fascinante, e o Madame Tussaud’s é imperdível, é mágico, e pura fantasia.
 
Para conhecer uma das tradições inglesa, a Laura tomou o chá da tarde, no Café Concerto, com tudo o que tinha direito, eu a Luísa e a Raquel ficamos num lanchinho básico. kkk

Aproveitamos e fomos visitar o Palácio de Buckingham, o Hyde Park, The Green Park, tomar uma cerveja no Hard Rock Café e no início da noite jantar no belíssimo bairro de Covent Garden que é um lugar badalado e charmoso.
 

 

IMG_20180612_174446222_HDR.jpg
Palácio de Buckingham 
Esperando a Rainha para um chá 

 

IMG_20180612_172940719_HDR.jpg
 The Maill London
Laura Lima 

 

Metro - Underground
Green Park
IMG_20180612_165513937_HDR.jpg
Hyde Park
Arquitetura Londrina

 
IMG_20180613_115831205_HDR.jpg
Richmond Park
Visitanto a ex aluna da FIAM - Silvia Lourenço
IMG_5422.JPG
Alô papai e mamãe 
Posso ficar por aqui
IMG_20180613_104430752_HDR.jpg
Richmond Park - Residência do astro
Mick Jagger
20180611_101417.jpg
Sorvete - Sorvete - Sorvete
Em 1997 encontrei por acaso por volta das 11h da noite no Metrô da Piccadilly Circus, a ex aluna da FIAM, Ana Helena Hasckel e no dia seguinte ela me convidou e passei uma noite agradável na casa dela comemorando o seu aniversário com mais 3 ex alunos da FIAM que estavam morando por la.

Agora em 2018 passamos uma tarde agradável com a também ex aluna da FIAM e escritora Silvia Lourenço que mora no distrito de Richmond e nos recepcionou maravilhosamente. Silvia está casada com um brasileiro e tem duas filhas lindas e vive muito bem neste tranquilo e simpático distrito que é Richmond.
 
É claro que a Laura aproveitou para comprar numa das ruas badaladas de Richmond uma vela na loja Jo Malone. 
(bem cara).
 
Despedimos da Silvia e sua filha mais nova que passou o tempo todo dormindo no carrinho e fomos de Metrô direto para o centro de Londres dar mais uma volta para que minhas meninas pudessem fazer mais umas comprinhas.
 
Retornamos ao Novotel London West, arrumamos as malas para partimos no dia seguinte para Roma.

 

detalhe2.jpg
ROMA

Quem tem boca vai a Roma, “vou acrescentar” – Quem tem boca e pernas vai a Roma.

 

É impossível visitar Roma e não andar a pé, é muito lugar para conhecer.
 
Em Roma também a melhor opção é andar de Metrô e ônibus, o bilhete custa 1,50 Euro e vale para andar de ônibus e metrô por até 90 minutos, passou esse tempo compre outro bilhete.
Andar de Taxi é muito caro e Uber mais caro ainda.
 
Você não precisar ser católico para visitar o Vaticano, mas assistir na Basílica de São Pedro a apresentação dominical pontual e de 15 minutos do Papa Francisco é emocionante e na companhia da mulher e da filha fica ainda melhor.
 
Almoçar ou jantar no Bairro de Trastevere  (uma Rua 13 de maio a cada esquina) é uma ótima experiência, caro mais vale a pena, aliás comer em Roma é muito caro, você não come um simples prato de macarrão por menos de 10 Euros, e comemos muitos durante essas férias.
 
Volto ao Coliseu de Roma 26 anos depois, ele continua o mesmo, eu um pouco mais velho.
A fila para entrar no Coliseu estava enorme e um sol de rachar, eu já conhecia, assim a Laura e a Luísa fizeram a opção de tirar muitas fotos e andar ao redor a procura da história de Roma; Foro Romano, Piazza de Trevi (não esquecemos de fazer os pedidos e jogar a moeda na famosa fonte).
 
Almoçamos num restaurante muito simpático numa das vielinhas perto do Fórum Romano.
 
E 4 dias depois de muitos ônibus, Metros, caminhadas e restaurantes, e a Laura e Luísa se divertindo nas compras pelas ruas e praças de Roma, estamos prontos para arrumarmos as malas no Novotel Roma Eur, mas...,
 
Às 20h00 do domingo começamos a nossa outra aventura, assistir aos jogos do Brasil da Copa do Mundo da Russia.
Com a Itália fora da Copa os italianos estavam indiferentes a Copa, mas eu e a Laura sofremos no empate com a Suécia no primeiro jogo.
 
Então, na segunda feira pela manhã partimos para a Toscana no Audi A4  que alugamos por 15 dias para dar um rolé pela Toscana, Austria e Alemanha. 
Mas no check out do Novotel de Roma tive que pagar 72 Euros de taxa de turismo, 6 Euro por dia de estadia por pessoa, fiquei indignado.

 

IMG_20180615_120256249_HDR.jpg
Coliseu de Roma
26 anos depois
IMG_20180615_142617141_HDR.jpg
Piazza di Trevi
O amor e os pedidos estão no ar
IMG_20180616_185414509_HDR.jpg
Bairro de Trastevere
Uma Rua 13 de Maio a cada esquina
IMG_20180616_163121254_HDR.jpg
Assim é a Luísa Lima
IMG_20180615_132448849_HDR.jpg
Ristorante Romano
Macarrão, macarrão e macarrão
IMG_20180616_112510237_HDR.jpg
Meus amores
Luísa e Laura Lima
IMG_20180616_113740687.jpg
Bairro de Trastevere
Um passeio ao entardecer
IMG_20180616_163244834_HDR.jpg
Laura e sua Lambreta ....

 

IMG_20180615_135517557_HDR.jpg
Fórum Romano 
Laura e Luísa Lima
IMG_20180616_114917825_HDR.jpg
Basílica de São Pedro 
visitando o Papa Francisco
Basílica de São Pedro 
Admiração e devoção
IMG_20180616_124157942_HDR.jpg
Basilica de São Pedro,
uma luz para nos guiar
detalhe2.jpg
SIENA

 

Saímos de Roma em direção a Siena e por uma estrada maravilhosa na Toscana passamos por paisagem belíssimas e inesquecível.
 
Antes de chegar a Siena demos uma parada na Vinícola Marchesi Antinori  e a Laura comprou um vinho Pèppoli – Chianti Classico, que deixamos para abrir somente no Brasil.

No meio do caminho, la por volta das 4 horas da tarde paramos numa pequena cidade e almoçamos no Mc Donald’s, e alguns quilômetros depois chegamos a linda cidade de Siena.
Ficamos hospedados por 2 noites no simples, mas charmoso
Hotel Chiusarelli a 2 passos do centro da histórica cidade medieval.
 
Uma cidade com ruas estreitas e muitos restaurantes e lojas, também lotada de turistas.
O ponto alto é a Palio di Siena   que é uma corrida de cavalos na Piazza del Campo.
(tem uma cena no filme do 007 -Quantum of solace, vale a pena assistir).
 
É uma região para fazer vários passeios, principalmente para os apreciadores de vinho, o Brunello di Montalcino é um vinho tinto produzido na região da Toscana, ele pode ser considerado, junto com os vinhos Barolos, o vinho tinto italiano dotado de maior longevidade além de ser o primeiro vinho italiano a receber a certificação DOCG, eu e a Laura, tomamos vinhos em todas as refeições. Siena é uma cidade romântica, bonita e agradável.
 
Como disse, almoçamos e jantamos sempre acompanhado por uma taça de vinho nos aconchegantes e caros restaurantes de Siena, e claro sempre com a Luísa tomando os diversos Gelatos Italiano.
 
IMG_20180618_182036591_HDR.jpg
IMG_20180620_104756444_HDR.jpg
Vinícola Marchesi Antinori
Vinho Pèppoli – Chianti Classico
IMG_20180619_115850748_HDR.jpg
Piazza del Campo
Palio di Siena
IMG_20180618_205330759_HDR.jpg
Siena
Entardercer 

 

IMG_20180619_211416755_HDR.jpg
Siena
Apreciando a província de Siena
IMG_20180619_204214376_HDR.jpg
Vinho sempre a mesa
Macarrão, Pizza e Macarrão
IMG_20180619_211353190_HDR.jpg
Siena
Laura Lima

 

IMG_20180619_144605165_HDR.jpg
Patrimonio da Humanidade
Siena - Pura História
IMG_20180619_211852201_HDR.jpg
 Hotel Chiusarellii
Simples mas aconchegante
Piazza del Campo

Corrida de Cavalos

 

detalhe2.jpg
FIRENZE / FLORENÇA

 

2 dias depois, partimos para a cidade que é considerada o berço do Renascimento italiano, e uma das cidades mais belas do mundo, Firenze ou Florença como queira chamar.

Firenze tornou-se célebre também por ser a cidade natal de Dante Alighieri, autor da Divina Comédia.
A cidade também é cenário de obras de artistas do Renascimento, como MichelangeloLeonardo da VinciGiotto di BondoneSandro BotticelliRafaelDonatello, entre outros.
 
Tudo isso está registrado na história, então passamos 2 dias e podemos comprovar o clima da arte que circula pela cidade, almoçamos no mercado Municipal de Firenze um lugar de muitos sabores, um mercado aberto para compras de muitos produtos.
 
Nas ruas ao redor, você pode comprar bolsa, jaquetas, cintos, tendo como matéria prima o couro. Tem muitos imigrantes, seja Indianos, africanos, orientais, refugiados entre outros e, acabamos comprando alguns regalos de um brasileiro de Ribeirão Preto que trabalha em uma das muitas barracas de comerciantes estrangeiros.
 
Almoçamos e jantamos no Restaurante Mamma Napo de um simpático Italiano de Nápoles, casado com uma brasileira de Curitiba que nos atendeu muito bem e nos ofereceu por um preço interessante a famosa Bisteca Fiorentina por apenas 25 Euros (normalmente custa 40 euros) acompanhada de meia garrafa de vinho tinto.
Na verdade, prefiro a brasileira, bem mais saborosa. Mas não precisa dizer isso para o natural de Firenze, ok?! kkk
 
Depois do jantar fomos de ônibus até alto do mirante da Piazzale Michelângelo onde se pode ter uma visão da cidade de Firenze e local para belas fotos.
Firenze também é a casa de Pinocchio, afinal ele é italiano!!! “As Aventuras de Pinocchio: História de uma Marionete” é o nome do título original do romance escrito em 1881 por Carlo Collodi, escritor nascido em Firenze em 1826.

2 noites depois de hospedados no simpático Relais Modern Hotel, partimos para Bolonha, mas antes tivemos de pagar 54 Euros de estacionamento.
 
Dica, reservar hotel sem estacionamento gratuito na Europa é barca furada, o estacionamento normalmente é muito caro.
 
IMG_20180621_133018500.jpg
Firenze
Terra das aventuras de Pinocchio
20180622_044548.jpg
2 Pinturas
2 obras Primas
IMG_20180620_203051475_HDR.jpg
Gastronomia
Bisteca Fiorentina
IMG_20180619_211845220.jpg
Mais duas obras Primas
Uma de minha autoria
IMG_20180621_215352157_LL.jpg
A fotógrafa - Laura 
A Modelo - Luísa
IMG_20180621_120048497.jpg
Mais uma Torre
Obra de um desconhecido. kkk
detalhe2.jpg
BOLONHA 

 

2 horas depois, dirigindo o Audi A4 numa estrada muito boa, com os primeiros pedágios e tendo como guia a nossa companheira “Laurentina – GPS” nos leva direto para o Novotel Bologna Fiera.
 
Chegamos quase no horário do jogo do Brasil e Costa Rica.
 
Mais uma aventura e aperto no coração, a TV do nosso quarto não tinha canal que iria transmitir o jogo.
Bom, apesar da Itália não estar na Copa da Rússia, ser brasileiro é muito bom.
O recepcionista do Hotel era fã/apaixonado pelo Kaká que jogou no Milan, e enquanto fazíamos o check in ele falava do Kaká.
Não deu outra, voltei a recepção e disse do problema que teríamos se não conseguíssemos assistir ao jogo do Brasil.
 
Então mostrei no celular uma foto onde a Laura estava junto com o Kaká no Morumbi, é claro que disse que era amigo dele (rs).
Resultado o rapaz arrumou um local no saguão do Hotel somente para nós três assistirmos tranquilamente o jogo e providenciou que colocassem o sinal de TV para que pudéssemos assistir aos outros jogos no nosso quarto.
 
O difícil foi assistir ao jogo com narração em italiano, mas era claro que os narradores e comentaristas estavam torcendo para o Brasil.
Bom, passamos fácil pela Costa Rica e sentimos falta do Galvão Bueno. Kkk.
 
Novamente com as dicas do recepcionista saímos aliviados depois do jogo e fomos de ônibus conhecer Bolonha.
Aquele passeio básico, conhece um pouco dali outro daqui, entra numa Eataly para dizer que conheceu, e pronto para enfrentar mais um restaurante Italiano e suas massas.
 
Jantamos num restaurante onde a atendente era brasileira de Búzios e estava morando na Itália, nos ajudou no pedido e novamente comemos macarrão e meia garrafa do vinho da casa. Uma parada básica para a Luísa comprar um chocolate na Lindt e pronto para volta ao hotel.

Na volta para o Hotel o segundo stress da viagem (o primeiro tinha sido em Roma pelo mesmo motivo), como chegar ao hotel, apesar das dicas do recepcionista perdemos o ônibus que funcionava somente até as 20h00, depois de andar muito e ficar com orelha vermelha de tanto ouvir a Laura e a Luísa pegar no meu pé, por volta das 22h00 parei um táxi que por sorte o taxista italiano tinha morado no nordeste e conhecia o interior de São Paulo, ficou fácil de nos comunicarmos,  nos cobrou 8 Euros e nos deixou direitinho no Hotel.
Bom, hora de dormir e fazer as malas, no dia seguinte seguimos para Veneza.
 
Claro que no Check out deixei meus contatos com o recepcionista e disse que no dia que ele for ao Brasil eu apresento o Kaká para ele, ainda bem que o Kaka é meu amigo (rs).
 
IMG_20180622_203334891_HDR.jpg
Bolonha 
IMG_20180622_192205894_HDR.jpg
Bolonha 

 

VENEZA

 

Veneza…
O nome encanta quando nos lembramos que é a cidade dos amantes, além de ser a famosa cidade sobre as águas! Célebre pela Basílica de São Marcos, Ponte Rialto, suas incríveis máscaras carnavalescas, cenários para belos filmes de cinema e claro, os passeios de gôndolas.
 
Então 2 horas depois de sair da Bolonha e de uma bela estrada passando por muitas montanhas chegamos no Novotel Venezia Mestre Castellana.  

Demos um tempo para aproveitar um pouco do hotel, onde eu e a Laura tomarmos uma taça de vinho na beira da piscina enquanto a Luísa se trocava e navega no celular.
 
Com a ajuda do prestativo recepcionista, tivemos algumas informações de como chegar a Veneza.
 
Então saímos de ônibus 1,50 Euros cada, até a Stazione di Mestre onde pegamos um trem até a Praça de Roma, que fica na porta de entrada de Veneza. Algumas fotos e vamos comprar os bilhetes para pegar o famoso vaporetto.
 
O Vaporetto é uma embarcação característica de Veneza é usada como meio de transporte público nos canais da cidade, você pode utilizar os barcos/táxi, mas vai pagar bem caro.
 
Compramos 3 tiques que valem por até 75 minutos cada, totalizando 22,50 Euros, passando os 75 minutos paga mais 22,50 para sair de Veneza, isso é negócio, é turismo é dinheiro para a cidade, que está lotada de turistas.
 
Dica, não deixe de comprar seus bilhetes, tem cobrador espalhado pelas balsas validando os tickets, caso não tenha, não vai adiantar chorar, você terá que pagar na hora 60 Euros. Aconteceu isso com um casal de idosos que estavam sentados ao meu lado, não entendi muito o que aconteceu mas cada um passou o cartão de crédito na hora. Ai, senta e chora.
 
Neste momento vou lembrar de duas amigas minhas que são apaixonadas e frequentadoras da cidade de Veneza e que amam a Itália. A minha amiga dos tempos de alunos da Faculdade da FIAM/1987, Christina Godinho e minha querida amiga de coração Flavia Valentini/1978. Obrigado pelas dicas de viagem, vocês são ótimas.
 
Mas meninas, desculpa vou tentar explicar como é Veneza no meu jeito. (rs).
 
Então vamos lá, imagina você andando por várias vielas estreitas de aproximadamente 3 metros, para o lado que você olhar, terá uma loja de qualquer coisa, hotel, restaurante ou um apertado local vendendo, bebidas e paninis. Você vai encontrar todas as lojas de grifes famosas nessas portinhas estreitas e muitas e muitas sorveterias. Você encontra de tudo nesses labirintos inclusive muitos brasileiros. Ir a Veneza e não fazer passeio de gôndola é a mesma coisa que ir a Bahia e não entrar numa igreja ou visitar o Pelourinho, a diferença é que você paga e paga caro para navegar durante 30 minutos pelos canais de Veneza. O preço é tabelado por barco, 80 Euros para até 5 pessoas até às 19h00, depois custa 100 Euros.
 
Como bom brasileiro dei um jeitinho e encontrei um casal idoso chinelo que aceitou ir na gôndola conosco.
Eles pagaram 30 e nós 50 Euros. O Gondoleiro que nos guiou morou no Nordeste e teve uma namorada brasileira e apaixonado por futebol, é claro que não falou nada de Veneza, conversamos sobre o melhor jogador que ele viu jogar, Ronaldinho Fenômeno e todos os outros brasileiros que jogaram e jogam na Itália. Muitas fotos e uma experiência diferente, é claro que eu a Laura e a Luísa adoramos.
O casal chileno também gostou muito do passeio, e falou da admiração pelos jogadores brasileiros.
 
De volta as vielinhas, paramos para almoçar no Restaurante Cherubino, numa daquelas portinhas pequenas; 2 primo piatto, uma pizza, uma bibita, 2 aperitivo, sendo; um Aperol e um Belini, conta: 51,50 Euros.
Segundo a Luísa “baratinho papai eles não cobraram o coberto” (serviço). Então tá.
 
Mais uma volta pelas vielinhas para as meninas fazerem umas comprinhas básicas, mais fotos e paramos para a Luísa tomar o 33º Gelato eu a 8ª Coca Cola, afinal estava muito quente. (rs) e a Laura comer o 1º macaron.

20h00, ainda claro, está na hora de se preparar para pagar e pegar o Vaporetto de volta.
Neste horário é a mesma coisa que voce pegar um Busão Bandeira/Campo Limpo às 6 horas da tarde lotado, com a diferença que são trabalhadores (rs) de férias, bem vestidos, com muito dinheiro, despreocupados da vida, felizes e perfumados. Kkk.
 
De volta ao hotel, hora de arrumar as malas e se preparar para a Luísa colocar aos seus 12 anos o 8º país na sua lista de turista.
Salzburgo na Áustria.
IMG_20180623_141721677_HDR.jpg
Veneza
Cidade dos sonhos 
IMG_20180623_144016484.jpg
Basílica
Santa Maria Della Salute
IMG_20180623_143118978_HDR.jpg
Canal principal de Veneza
Tudo é História
IMG_20180623_141704777_HDR.jpg
Minhas meninas
A Felicidade esta estampada
IMG_20180623_164642322_HDR.jpg
Passeio de Gôndola
O Amor esta  em Veneza
IMG_20180623_145900553_BURST000_COVER_TOP.jpg
Veneza
Canal principal 
IMG_20180623_150934681.jpg
Piazza San Marco
Principal destino turistico
IMG_20180623_160738848_HDR.jpg
Canais de Veneza
Refugios nas lagunas do Mar Adriático
Gondoleiro apaixonado pelo futebol brasileiro
Um passeio encantador
IMG_20180623_160140963 (1)333.jpg
Almoçinho simples
Veneza
detalhe2.jpg
SALZBURGO

 

Sempre tive vontade de conhecer Viena na Áustria e assistir a uma ópera ou apresentação de alguma orquestra e esta vontade ficou ainda maior depois que passei a trabalhar e conviver com o amigo, Maestro João Carlos Martins.
 
A música clássica me despertou ainda mais a curiosidade por essa cidade, mas não foi dessa vez que fui a Viena.
No roteiro dessa viagem resolvemos somente almoçar em Salzburgo e depois seguir para Munique, sendo assim a Áustria e suas maravilhosas cidades ficam para outra oportunidade. Aguarde.
 
Saímos de Veneza logo pelo início da manhã, e lá vamos nós com a orientação da “Laurentina” rumo a Salzburgo na Áustria.
 
Mais uma bela estrada e começamos a perceber as características de cidades austríacas e alemãs.
Muitas montanhas e paisagens belíssimas.
2 horas depois chegamos a Salzburgo, uma volta de carro pela cidade, algumas fotos e para fugir do macarrão almoçamos no famoso, tradicional e necessário para qualquer tipo de turista, o Mc Donald’s.
3 lanches com tudo o que tem direito, bebidas e muitas batatas, 15 Euros.
Ufa!! Uma refeição barata.

Completamos o tanque do Audi com Diesel e pegamos a estrada rumo para Munique na Alemanha.

 

IMG_20180624_155307372_HDR.jpg
panorama-sommer-04.jpeg
850_400_sunrise-in-hallstatt-mountain-village-with-hallstatter-see-in-fall_1508414749.jpg
detalhe2.jpg
MUNIQUE

 

Em 1992 cheguei a Munique de Trem, estava vindo de Bruxelas na Bélgica, alias, Bruxelas é um lugar mágico que prometi a minha mulher Laura que iríamos passar a nossa 2º lua de mel, não tem data marcada, mais qualquer dia iremos para Bruxelas.
 
Bom, em 92 fiquei 2 dias na casa de um amigo da Rua 9, o Carlos Cesar Maranhão, filho do querido Maranhão, lateral esquerdo do Brasilzinho nosso time de futebol dos anos 80.
 
O Cesar foi para a Alemanha jogar futebol, não chegou a ser profissional mais jogou nas categorias de base do Bayern München. O Cesar continua morando na Alemanha, virou deejei e viaja bastante pela Europa, tentei contato com ele mas não consegui localizá-lo, uma pena, seria muito bom encontrá-lo 26 anos depois.
 
A Laura e a Luísa estavam preocupadas com a Alemanha, de como iriam se comunicar, o que comer, se teria ruas com lojinhas..., coisinhas basicas de mulheres. kkk
 
Assim que chegamos em nosso hotel, já tivemos uma grata surpresa, o hotel era o Ibis Styles München Ost Messe que normalmente tem quartos pequenos, mas nos deram um quarto enorme com separação de ambientes, a Luísa adorou porque ficou isolada e eu e a Laura é claro que adoramos também por outros motivos. Kkk.
 
Chegamos no domingo por volta das 16h00 fizemos o check in e fomos de carro dar uma rápida volta na cidade, voltamos para o Hotel e saímos a pé para achar um lugar para jantar, para nossa surpresa achamos bem pertinho um restaurante italiano, não sei se foi um alívio ou um sofrimento. (comer novamente macarrão e na Alemanha, não é justo).
Mas para a nossa surpresa o Restaurante Neptun tinha um atendimento e um preço muito bom, jantamos lá as duas noites que passamos em Munique e claro substituímos o vinho pela cerveja.
 
Na manhã seguinte saímos de carro logo depois do café da manhã e fomos direto para a famosa Marienplatz, que é uma das mais importantes praças da cidade e que fica no centro histórico, o que a torna uma das mais movimentadas e um dos grandes pontos turísticos de Munique.
 
Uma de suas atrações é o prédio da prefeitura, a Neues Rathaus, a qual tem uma torre de relógio onde uns “bonequinhos” fazem uma apresentação em certos horários do dia. 
 
É claro que as minhas meninas adoraram, tinha muitas lojinhas para compras.
Paramos o carro no estacionamento da Praça e saímos a pé pelas lindas ruas da região com muitas lojas.
Para alegria da Luísa encontramos uma loja Douglas uma daquelas lojas de Londres e ela se divertiu gastando mais alguns Euros.
 
Aproveitei para comprar um Parfum Sì Eau do Giorgio Armani para a Laura e o já tradicional perfume Anais Anais da Cacharel que sempre compro para a minha irmã Leda.
 
A Luísa queria porque queria alugar uma bicicleta para dar umas pedalas na Europa. 
Então lembrei que o Cesar tinha me levado para conhecer e tomar uma cerveja no Englischer Garten que ficava bem perto de onde estávamos.
O Jardim Inglês é um parque enorme e muito movimentado em Monique.
 
Em 92, tomei um Chopp no parque e trouxe para o Brasil a grande caneca que acabei presenteando meu irmão Zé.
Foi neste local que paramos para almoçar, comi um frango de padaria a moda de Munique, a Luísa um macarrão esquisito e a Laura a linguiça produzida por eles, ela até que gostou.
E claro tomei o mesmo chope que havia tomado a 26 anos atrás, mas desta vez não trouxe a caneca, uma pena.
 
Bom, a bicicleta, a Luísa com o aplicativo que tinha no celular alugou e paguei 3 euros para que ela pudesse andar por 1 hora.
Fiquei contente em vê-la se divertindo andando de bicicleta no Englischer Garten de Munique, acredito que irá lembrar para sempre. 
 
Devolvemos a bicicletas e retornamos a pé para a Marienplatz, novas fotos e outras comprinhas e retornamos para o estacionamento para pegar o carro, 18 Euros.
Pagar 18 Euros não foi o problema, mas o senhor do caixa querer me tungar 20 Euros no troco, foi demais.
Depois de muita tentativa de conversa (tentar conversar) uma mulher que estava ao nosso lado teve que falar que ele estava errado e passado o troco errado, aí meio sem graça, me devolveu o valor correto.
Depois as pessoas dizem que só o brasileiro é esperto. du, geh zum teufel!
 
Saímos de carro pela cidade e resolvi conhecer o Allianz Arena München Stadion do Bayern München.
Estádio bonitinho, é claro mais bonito que o do Palmeiras. Kkk
Bom, mais um estádio para a coleção.
 
Voltamos para o Hotel, jantamos novamente no Restaurante Neptun.
A Laura e a Luísa gostaram muito de Munique que ja estão planejando a volta.

Hora de dormir e nos prepara para retornar a Itália.
Próxima parada, a terra de Romeu e Julieta, Verona.

 

Delci.jpg
IMG_20180625_130157873_HDR.jpg
Englischer Garten - Munique
Luísa e Laura 

 

IMG_20180625_101501362_HDR.jpg
Marienplatz
Apreciando a beleza de Munique 
IMG_20180625_120203242_HDR.jpg
IMG_20180625_121457341.jpg

Um brinde a vida
Biergarten - Munique

IMG_20180625_120145452_HDR.jpg
IMG_20180624_191513001.jpg
detalhe2.jpg
VERONA

 

A Luísa é uma ótima companheira de viagem, entra no carro e dorme a maioria do tempo, mas quando acorda fala mais do que a boca, ou seja, mais do que eu. Kkk
 
440 km de estrada e 6 horas depois chegamos em Verona.
 
O roteiro dessa vez era da Luísa, ela queria conhecer a casa do Romeu e Julieta e um restaurante que foi indicação de uma blogueira que ela segue “ Karol Pinheiro”.
 
E lá vamos nós cidade adentro procurar os pontos turístico, depois de muito tempo procurando um local para estacionar, (vou abrir estacionamento na Itália e ficar rico, mas cuidado com as multas, tem muitos locais que são proibidos circular sem autorização) paramos o carro na Via Ponte Pignolo, e fomos conhecer a casa da Julieta e o tal restaurante Lá Piazzetta que a Luísa queria tanto conhecer.
 
No restaurante eu e a Laura tomamos uma cerveja e a Luísa uma Coca Cola.
Na casa da Julieta e na praça principal, várias fotos e compras de alguns regalos.
 
Prometi comprar o livro Romeu e Julieta para a Luísa ler.
 
Hora de voltar para o carro e pegar a estrada novamente rumo a Parma.

 

IMG_20180626_164514872_HDR.jpg
Terra do Romeu
IMG_20180626_170802049_HDR.jpg
Restaurante Lá Piazzetta
IMG_20180626_164259981_HDR.jpg
Terra da Julieta
IMG_20180626_163904317.jpg
Casa da Julieta
IMG_20180626_164311239_HDR.jpg
Turistando
20180615_091549.jpg
Minha querida Luísa
PARMA

 

150 km depois chegamos no finalzinho da tarde em Parma.
 
Ficamos hospedados no Holiday Inn Express Parma, a Laura estava com dor de cabeça e acabamos jantando no hotel e deixamos para conhecer a cidade somente no outro dia.
 
A cidade é famosa pelo seu queijo parmigiano-reggiano, o popular parmesão, além do presunto, pelo grupo líder italiano no setor alimentício Barilla e também pela marca internacional de laticínios Parmalat.
Os torcedores do Palmeiras têm muita gratidão pela cidade de Parma. Kkk.
 
Na manhã seguinte saímos de carro e fomos dar uma volta pela cidade e claro tirar fotos e fazer umas comprinhas e seguir nossa viagem rumo a Pisa.
IMG_20180627_101537957_HDR.jpg
IMG_20180627_102944369.jpg
Parma.jpg
PISA

 

Claro que fomos a Pisa, para conhecer a famosa Torre de Pisa.
 
Um campanário da catedral da cidade italiana de Pisa.
Está situada atrás da catedral, embora destinada a ficar na vertical, a torre começou a inclinar-se para sudeste logo após o início da construção, em 1173, devido a uma fundação mal construída e a um solo de fundação mal consolidado, que permitiu à fundação ficar com assentamentos diferenciais. 
A torre atualmente se inclina para o sudoeste.
 
Na verdade, a Torre de Pisa impressiona mais nas fotos do que vendo pessoalmente.
Ela é pequena, mas imponente, o local para variar fica cheio de turistas para tirar as mais criativas e imaginárias fotos, não importa se é segurando, apoiando, abraçando ou sei lá o que, tem que tirar uma foto.
 
O local é uma diversão, muitos ambulantes de várias nacionalidades vendendo de tudo.
 
Com um dos muitos ambulantes africanos e depois de muita conversa troquei o meu relógio velho por um novinho pela merreca de 10 Euros, somente não digo a marca (rs).
Ele aceitou a troca porque sabia que eu era brasileiro e adorava o futebol do Brasil, mas ao final ele olhou para a Laura e disse que eu era da Máfia, pois nunca tinha feito um negócio desse tipo.
Bom eu fingi que não entendi. Kkk.
 
Almoçamos num restaurante numa rua ao lado da praça de Pisa, comida boa e barata, mas outra vez pizza e macarrão e, claro, o vinho da casa e um sol de rachar.

Voltamos para a estrada e seguiremos para os últimos dias das nossas férias na Itália, as praias de Livorno.

 

IMG_20180627_140219249.jpg
Torre de Pisa
Sem comentários 
IMG_20180627_140712525_BURST000_COVER_TOP.jpg
IMG_20180627_140316201.jpg
Luísa Lima
Pura diversão 
IMG_20180627_140352686.jpg
Pisa
Somente registro
IMG_20180627_140431885.jpg
LIVORNO

 

Num pulo chegamos de Pisa a Livorno.
 
A cidade foi definida como cidade ideal" durante a Renascença Italiana.
Hoje em dia, mostra a sua história através da estrutura dos seus bairros, cortados por canais e rodeados por muralhas, através dos labirintos das suas ruas e através do Porto Médici, caracterizado por torres e fortalezas que guiam até ao centro da cidade.
 
Ficamos hospedados no Hotel Rex Livorno, um lugar maravilhoso com a mais belíssima imagem do pôr do sol que ja vi.
Esta região é banhada pelo Mar Tirreno (parte do mar Mediterrâneo, que se estende ao longo da costa oeste italiana).
 
Apesar de não ter praia (não vamos discutir, as melhores praias estão aqui no Brasil e ponto final), quer dizer não tem areia, mas muitas rochas e pedras, mesmo assim a Luísa se divertiu muito, andou de caiaque, de pedalinho e nadou nas águas geladas, muito gelada do Mar Tirreno.
Fomos de ônibus dar uma volta no centro da cidade para as comprinhas básicas e as fotos.

Na volta, começou mais um sufoco para assistir ao jogo do Brasil contra a Sérvia.
No restaurante do hotel não tinha televisão, ou assistimos no quarto e depois não iríamos conseguir jantar ou jantávamos e não assistimos o jogo, sufoco!
 
Descobrimos do outro lado da rua do Hotel o Bar e Ristorante I Girasoli com uma TV enorme desligada.
 
Bom, com meu italiano macarrônico pedi para ligar a TV, o dono um italiano simpático vendo o nosso desespero achou um canal Russo num daqueles aparelhos “GatoNet”, que hora e outra travava.
E assim, jantamos e assistimos o 1º tempo no restaurante e o 2º no quarto do Hotel, sem sufoco, Brasil 2 a 0.
E claro que pelo atendimento almoçamos e jantamos nos outros dias no I Girasoli.

Ficamos 2 noites no Hotel Rex em Livorno e valeu cada minuto.

Bom, hora de fazer as malas e ir para as últimas 3 noites de nossas férias.
Praia de Santa Marinella.

 

IMG_20180627_205632152_HDR.jpg
Hotel Rex - Laura Lima
Suplime entardecer 
IMG_20180627_194200954_HDR.jpg
Hotel Rex
Encantamento 
Luísa Lima - 12 anos
Nosso grande amor
IMG_20180627_171248512.jpg
Livorno - Por do Sol 
Sem comentários 
IMG_20180629_084730081.jpg
Livorno 
Tranquilidade e muita Paz
IMG_20180629_082652493_HDR.jpg
Ser Feliz Sempre
Com a Mente, o Coração e a Alma em Paz
detalhe2.jpg
SANTA MARINELLA

 

Na manhã do outro dia, seguimos estrada a fora para Santa Marinella.
Fomos por uma estrada beira mar com lindas praias, passamos por Grosseto e muitos outros lugares que vale a pena conhecer.
250 km e 3 horas depois estávamos no Hotel Cavalluccio Marino, na tranquila praia de Santa Marinella em Civitavecchia.
 
O hotel era simples, mas de frente para o mar, com piscina e com um serviço de praia muito bom e eficiente, tanto é que deixei de regalo para o rapaz que nos atendeu durante os 3 dias na piscina, minha sandália Havaiana.
Não preciso dizer que ele é fã do futebol brasileiro e adorou o presente.
 
Almoçamos e jantamos no Restaurante L’oste Alla Brace de um venezuelano que é fã apaixonado do Ronaldo Fenômeno, tem até um filho com o nome do Ronaldo e nos tratou muito bem todas as vezes e fazia questão de vir nos cumprimentar.
Mais uma vez o Futebol e os jogadores brasileiros reconhecido e invejado pelos italianos e o resto do mundo.

 

Eu a Laura e a Luísa adoramos Santa Marinella, lugar tranquilo e aconchegante.
 
xx.jpg
ddd.jpg
D.jpg
IMG_20180629_184751089_HDR.jpg
IMG_20180701_124611187_HDR.jpg
Luisa e Laura.jpg
i.jpg

 

3 dias depois desta tranquilidade, é hora de arrumar as malas e se preparar para retornar ao nosso querido Lar. Brasil.
 
Saímos de Santa Marinella por volta das 09h00 da manhã rumo ao Aeropuerto Internacional Leonardo da Vinci, que fica uns 50 km de distância.

Mas Laura resolveu ir até Roma antes de irmos para o aeroporto.
Assim, voltamos para perto do Novotel Roma Eur e fomos direto para o
EuroRoma2 Shopping, onde elas fizeram as últimas compras e como eu também não sou de ferro, fiz minha segunda compra, me presentie com outro relógio que comprei com nota fiscal no Shopping e, dessa vez não fui chamada de mafioso, talvez rico, pelo preço que paguei. Kkk.
 
Aproveitamos para almoçar no Shopping, a Laura e a Luísa comeram no Mc Donald’s e comi uma paella num restaurante Espanhol.
Compras feita, hora de ir para Aeropuerto Internacional Leonardo da Vinci (Fiumicino), entregar o Audi A4 na Hertz e fazer check in para Londres.

Bom, é segunda-feira, tem jogo do Brasil contra o México.
Começa o corre corre para achar um lugar no aeroporto para assistir ao jogo, no celular não rolou, tvs desligadas, mas de repente já no final do primeiro tempo na praça de alimentação tinha um telão enorme passando o jogo.
E assim assustei todos os outros viajantes quando o Brasil fez os 2 gols. 
 
Òtimo, estamos nas oitavas e indo para casa.

 

IMG_20180618_163530539_HDR.jpg
Audi A4
Um role de 2450 km
g_copa-do-mundo-russia-2018-copa-2018-brasil-mexico_20187211186980.jpg
Uma boa Seleção, com alguns acertos,
com certeza seremos Campeão do Mundo 2022
detalhe2.jpg
BRASIL - LAR NOSSO LAR
18h45 pegamos o voo 557 rumo a Londres e às 22h25 estávamos a bordo do voo 247 da British Airways.
06h00 horas da manhã da terça feira, do dia 2 de julho estávamos no aeroporto de Guarulhos.
 
Mais comprinhas no Free Shop de Guarulhos e 9 horas da manhã depois de 21 dias, 13 cidades, 2450 km percorridos de carro, poucos pedágios, muitos e muitos macarrões, muita diversão, aprendizado e muita experiencia para nossa filha Luísa , estamos em casa na Rua Cairo, no Taboão da Serra / SP

 

IMG_20180629_082641994_HDR.jpg
Delci Lima,,
Ser Feliz Sempres
IMG_20180612_121301000.jpg
Luísa Lima
Nossa filha, nossa vida.
IMG_20180612_174718245.jpg
Laura Lima
Minha mulher, meu amor

 

Mais uma vez vocês foram maravilhosas e
acredito que curtimos juntos cada momento.
Obrigado, meus amores, Laura e Luísa, amo vocês.
E para terminar com a minha frase preferida:
 

VIAJAR É MUITO BOM, MAS VOLTAR PARA CASA É MELHOR AINDA.

 

Até a próxima, California.

 

detalhe2.jpg